O CEO da BlackBerry considera os smartphones dobráveis inúteis. Eis o porquê!

0
5955

Via: https://pplware.sapo.pt/smartphones-tablets/o-ceo-da-blackberry-considera-os-smartphones-dobraveis-inuteis-eis-o-porque/

Os smartphones dobráveis foram a grande novidade do MWC19. Apresentados por duas fabricantes Android, a Samsung com o seu Galaxy Fold, bem como pela Huawei com o seu Mate X. Contudo, para John Chen, o atual CEO da BlackBerry, este novo formato de dispositivos móveis não o convence. Eis as razões para tal.

O executivo e atual responsável máximo pelos desígnios da BlackBerry não vê vantagens nos smartphones dobráveis.

Em declarações à publicação Barrons, John Chen não reconhece vantagens práticas na utilização dos smartphones dobráveis. A marca a seu cuidado, a BlackBerry foi pioneira em muitas áreas da tecnologia móvel, estando para sempre associada à história deste setor.

Jonh Chen, o CEO da BlackBerry não acredita nos smartphones dobráveis

Surpreendentemente, não são os preços ousados dos Mate X e Galaxy Fold que o fazem rejeitar o novo formato para os dispositivos móveis. Aliás, não está em causa a existência de um mercado para smartphones Android e eventualmente iOS a custar dois mil (ou mais) euros.

“Eu quero algo rápido, com melhorias funcionais”, afirmou Chen durante uma entrevista cedida à fonte supracitada. “Não há revoluções à vista, já temos o leitor de impressões digitais, já temos o reconhecimento facial, já temos o reconhecimento de íris“. Acrescenta o líder da BlackBerry.


“Todos queremos um ecrã cada vez maior, mas eles (smartphones dobráveis) tornaram-se grossos e de difícil utilização”, aqui em jeito de acusação. Coerente na sua posição, Chen mostra-se completamente cético relativamente aos smartphones dobráveis. Pelo menos com a atual implementação levada a cabo pela Samsung ou Huawei.

A BlackBerry retirou-se do mercado de hardware

Fazendo um ponto de situação, Chen reafirmou a sua decisão anterior. A saída da BlackBerry do mercado de dispositivos móveis, vendendo os direitos de utilização da marca (licença) à chinesa TCL. Recordamos o leitor que é esta a empresa responsável pelos mais recentes smartphones Android da marca canadiana.

Acima de tudo, para o CEO da empresa, o mercado de dispositivos móveis deixou de ser lucrativo. Com margens de lucro esmagadoramente baixas, a outrora fabricante canadiana acabou por não subsistir à pressão de mercado. Por conseguinte, operou a venda do licenciamento à entidade supracitada.

E os smartphones Android da BlackBerry

Em suma, já desde 2016 que os seus smartphones Android têm a mão da TCL. Tal como referido supra, a marca canadiana concentra-se no desenvolvimento de soluções de segurança. Principalmente software que é utilizado por governos e vários orgãos de administração pública.

É a estratégia acertada e está a gerar lucros imediatos. A estratégia atual da BlackBerry é simples, recolhemos o que resta do ADN da empresa e canalizamos tudo isso para o desenvolvimento de soluções de segurança. Conclui John Chen.

Por fim, o executivo salienta ainda que não deixaria nenhum dos seus colaboradores comprar um smartphone dobrável. A única exceção sendo para o testar.

Concorda com este ponto de vista?