Samsung pode Lançar Smartphones com BlackBerry 10

1
59

 

Esta semana novos rumores estão circulando a respeito de uma parceria entre a Samsung e a RIM. O analista Peter Misek disse ao jornal The Globe and Mail  que licenciar o BlackBerry 10 seria uma saída para a RIM e que a melhor parceira para isso seria a Samsung. Este analista ainda afirmou que as opções seriam realizar uma parceria ou até mesmo a sul coreana Samsung comprar a canadense RIM.

O interesse da Samsung é grande, pois o sistema operacional proprietário dela é deficiente. Assim a Samsung não poderia depender exclusivamente do Android, pois com isso ficaria refém do Google (que é o dono de toda a plataforma Android). Outro ponto é que a Samsung tem uma penetração vergonhosa no mercado corporativo já o BlackBerry que conhecemos é referência mundial neste setor. Então duas coisas a RIM tem e a Samsung precisa muito:

  1.  O Sistema Operacional;
  2. Toda a estrutura corporativa e os clientes desta área.

Bom essa não é a primeira vez que vemos rumores a respeito da RIM e da Samsung e com certeza estes rumores não serão os últimos. A principio a RIM precisa lançar o BlackBerry 10 em janeiro do ano que vem e antes disso licenciar a plataforma BlackBerry para outro fabricante é muito pouco provável. Dependendo do desempenho do lançamento de smartphones e tablets BlackBerry 10 ações serão tomadas, suaves ou drásticas!

Outro ponto interessante que pode vir a dar maior veracidade a estes rumores é com relação ao que o próprio CEO da RIM Thorsten Heins disse: Que ele não descartaria a possibilidade de licenciar o BlackBerry 10 e com isso focar apenas no Sistema Operacional, mas que a empresa que ficar responsável pelo hardware teria de fabricar o aparelho  melhor do que a própria RIM.

Alguns fatos que vi esta semana indicam de certa forma a possibilidade de a Samsung se envolver com o BlackBerry:

  1.  O primeiro fato é com relação ao novo Windows Phone e o tablet Surface da Microsoft. A questão por incrível que pareça é que a Microsoft decidiu criar seu próprio hardware para o Surface. O que tem isso de tão extraordinário? Bom é que a Microsoft sempre foi uma provedora de software e sempre licenciou seus sistemas para terceiros. Assim existe a parceria para que várias empresas fabriquem o equipamento como, por exemplo, smartphones / tablets /computadores / netbooks, mas que todos viessem embarcados com o Windows. O fato de a Microsoft entrar no segmento de hardware deixa as empresas de hardware com muito medo, pois ninguém conhece melhor o Windows do que a própria Microsoft. Como resultado a Microsoft seria uma forte competidora das empresas de hardware e colocando desta forma em xeque a Samsung.
  2. O segundo ponto que quero levantar e que indica uma união da RIM e Samsung é com relação a guerra declarada da Apple com a Samsung por causa de quebra de patentes. Só para você saber a Apple está processando a Samsung em vários países por copiar seu design, o Galaxy é muito parecido com o Ipad. Já a Samsung processa a Apple por quebrar duas patentes sendo que uma é em relação a tecnologia de transmissão 3G dos aparelhos. Nesta batalha quem está levando a pior e pode pagar bilhões em indenização é a Samsung, assim ela precisa fortalecer seu segmento de smartphones e tablets.

O cenário está assim mais ou menos: Primeiro o surgimento de várias parcerias no mercado de smartphones e tablets: Microsoft com Nokia e Google com Motorola assim porque não uma pareceria entre RIM e Samsung? Segundo a Microsoft que sempre licenciou softwares desde a década de 80 começa a fazer seu próprio hardware embarcado (quem diria…). Terceiro o receio de a Samsung ficar refém de alguma empresa de software. E por último temos a guerra nuclear entre Apple e Samsung.

Bom vamos esperar para ver qual será o desfecho desta novela. Caso haver uma parceria entre RIM e Samsung não será espanto ver os sistemas BlackBerry/QNX embarcado em vários aparelhos da Samsung  do Micro-ondas a HDTV’s e com isso podemos imaginar toda a integração indolor que estes aparelhos terão com os smartphones BlackBerry.

Carlos Eduardo da Silva. Administrador e editor-chefe deste site. Formação em Telecomunicações e Redes de Computadores. Especialista em Engenharia de Projetos de Software.